Metodologias Ativas

Da Educação Infantil ao Ensino Médio, os alunos da St. James’ International School já vivenciam novas experiências em sala de aula, motivados pela interação com o conhecimento mesmo antes do conteúdo expositivo do professor.

Em diferentes estratégias didáticas, as metodologias ativas inserem o aluno como protagonista do processo de ensino-aprendizagem, exigindo sua autonomia e responsabilidade.

O caminho está sendo buscar o equilíbrio entre o método tradicional de ensino, no qual os exercícios de fixação são importantes no processo de ensino-aprendizagem, com o novo modelo de sala invertida, onde o aluno é estimulado pelo professor a pesquisar e a interagir com os colegas sobre diferentes temas antes da abordagem do conteúdo em sala de aula.

Nesta nova estratégia, o professor, como detentor do conhecimento técnico, passa a atuar também como um facilitador na assimilação de conteúdos, de modo que o conhecimento tenha verdadeiramente significado, promovendo condições para o aluno relacionar, comparar, buscar soluções e contextualizar as temáticas.

E por meio da problematização, os alunos desenvolvem relações mentais mais complexas, o que já é uma prática da educação nos países desenvolvidos. Com a ativação do pensamento estimulado pelas várias fontes de consulta e interação com o outro, o aprendizado acontece de forma significativa.

Sala Invertida

O aluno estuda previamente os conteúdos enviados pelo professor por plataformas como vídeos, links ou artigos. Durante as aulas acontecem trocas de resoluções de exercícios para esclarecimento de dúvidas, de modo a estimular a opinião, o debate e a interação.

JIGSAW Classroom

A sala de aula é posicionada como um quebra-cabeças em que cada peça – a parte de cada aluno – é essencial para a conclusão e a compreensão completa do conhecimento. A estratégia utiliza a técnica de aprendizagem cooperativa em pesquisa para promover o aprendizado significativo.

Game-Based Learning

A didática traz a estrutura dos games para o aprendizado, na qual os alunos interagem com as várias etapas e sequência dos jogos, resolvendo questões, buscando soluções e obtendo recompensas de forma divertida e envolvente. Os jogos matemáticos já são exemplos na Educação Infantil.

Gamification

Com o uso de computador ou smartphone, os alunos trazem o jogo para a sala de aula de forma a aumentar o engajamento, a produtividade e o foco dedicado às tarefas e aos desafios. O Kahoot, plataforma de aprendizagem baseada em jogos, aplicada como tecnologia educacional, tem sido a ferramenta mais utilizada nas aulas.

Menu